Mais três décadas com Drummond


por Riceli Chacon

No final das contas, ele não sabia que a sua história era mais bonita que a de Robinson Crusoé. Às vésperas do aniversário de 30 anos da sua morte, o mineiro Carlos Drummond de Andrade continua tão presente na vida dos brasileiros quanto a nossa própria língua. Com “apenas duas mãos e o sentimento do mundo”, escreveu e traduziu dezenas de obras importantíssimas para a literatura brasileira e mundial.

O poeta gauche nasceu e morreu sobre a proteção de um anjo torto. Um dos filhos de seu Carlos e de dona Julieta, proprietários rurais em Itabira. Desde cedo escreveu poesia para o povo mesmo, nada muito elitista. Por insistência da família é que formou-se em farmácia apenas para ter o diploma e nunca entrar numa botica para trabalhar.

Um dos pais do verso livre moderno, Drummond foi uma pedra no caminho de muitos artistas modernistas brasileiros. E atire a primeira pedra quem nunca ouviu “E agora, José? A festa acabou, a luz apagou, o povo sumiu, a noite esfriou, e agora, José?”.

Trinta anos depois, já somamos mais de 50 obras entre suas prosas e poesias. O tempo passou, o mundo mudou e até a quadrilha acabou; a obra do poeta perdura, no entanto.

Carlos Drummond de Andrade – poeta, contista e cronista – nasceu em 31 de outubro de 1902 em Itabira e faleceu dia 17 de agosto de 1987 no Rio de Janeiro, aos 84 anos, vítima de complicações cardíacas. “Mundo mundo vasto mundo, mais vasto é meu coração”.

Riceli Chacon

Graduanda em jornalismo, bookaholic ainda que míope. Assiste, lê e escreve um monte de coisa para suportar a vida real.

CONFIRA TAMBÉM

COMENTE

Publicidade

Publicidade

Receba nossas melhores notícias por e-mail

FACEBOOK

Instagram

Homenagem ao Casarão de Poesia agorinha no @Bardallos, pelo Insurgências Poéticas. Nossa @creativecamiseta presente. Rolou até uma garoa para um clima mais aconchegante. Daqui a pouco a poética currais-novense de Iara Carvalho e Wescley Gama. Salve os 10 anos do Casarão! #poesiapotiguar
Clube do Samba Potiguar rolando no Mercado de Petrópolis. Projeto massa capitaneado por Andiara Freitas. Resgate da fina flor dos sambistas potiguares e incentivo à música autoral. #sambapotiguar #musicapotiguar
Espetáculo Gonzagando, pela Companhia de Dança da TAM, dirigido por Wabie Rose, no Arraia da Meninada, Cidade da Criança. Belíssimo! #culturapotiguar
Com o magro Tacito Costa para prestigiar o show de Sami Tarik no @bardallos. Começa às 21h. Só chegar. #musicapotiguar
Se você acha shows instrumentais tediosos eis o cara para desmistificar esse conceito. @sergiogroove não é só um gênio do contrabaixo, ele traz ao palco carisma, versatilidade para agradar gregos, troianos e atenienses, e o mais importante: divertimento. Ele diverte a plateia, seja com seu baixo, com seus joguetes vocais ou sua performance. E adivinha? Ele estará neste domingo no #somdamata acompanhado de uma seleção de músicos. Imperdível! #culturapotiguar #culturadorn #musicapotiguar
Em breve as estampas mais iradas do mercado, em camisas de excelente qualidade e o menor preço. Quer mais? Pois tem. Frete grátis para Natal! Sigam @cretivecamiseta e fiquem por dentro das novidades. #camisetasestampadas #culturapop #estampascriativas