Aureliano lança livro ilustrado sobre masculinidade tóxica nesta quinta

aureliano medeiros

PIX: 007.486.114-04

Colabore com o jornalismo independente

“Pinga pia, pinga pia, pinga pia.
Desde cedo, muito cedo, João ouvia
que chorar não era coisa que menino fazia.
Pinga pia, pinga pia”.

O ilustrador e escritor Aureliano (Medeiros) lança O menino que desaprendeu a chorar, nesta quinta-feira (7), a partir das 17h no café Sr. Petita, por trás do Bardallos. O livro, escrito e ilustrado pelo artista, é uma viagem visual por sentimentos que, desde cedo, meninos aprendem que devem ficar guardados. Por entre palavras e traços simples, o autor nos questiona: Para onde vão as lágrimas que não nos permitimos chorar?

Passando por temas delicados mas tão presentes no universo masculino, o ilustrador potiguar destranca a porta do desconhecido e põe na sala a discussão sobre masculinidade tóxica e qual seria a semente desse homem que parece não (querer) sentir. O livro é indicado para crianças de todas as idades e o marejar de olhos vem de brinde com todos os exemplares.

A publicação foi lançada inicialmente no Festival Mário de Andrade, a Virada do Livro (SP). O autor foi convidado a compor a programação do festival paulista, dividindo espaço com nomes como Fernanda Montenegro e Mia Couto. Sendo um dos poucos representantes nordestinos no evento, Aureliano leva um pouco de Natal para onde vai.

Habituado com os quadrinhos, meio em que se tornou popular virtualmente, o @oiaure conta hoje com mais de 200 mil seguidores no facebook e 50 mil no instagram. Em sua página, o ilustrador trata de questões sobre cotidiano, mídias sociais, saúde mental, corpo e sobre se sentir desencaixado em toda e qualquer situação.

Outros livros de Aureliano

O menino que desaprendeu a chorar é o terceiro livro de Aureliano, tendo iniciado sua carreira literária em 2015 com o romance (também ilustrado) Madame Xanadu: A história de uma drag queen deprimida e profundamente natalense, por entre as ruas do centro histórico da capital potiguar. Seu segundo livro, que reuniu os quadrinhos que tecia virtualmente, chama-se Mercúrio Cromo e foi devidamente costurado em 2017 pela Editora Lote 42 (SP). Entusiasta dos fanzines e experimentações gráficas, Aureliano publicou trabalhos diversos em formatos esquisitos, sempre incluindo suas tão queridas ilustrações

Após o lançamento na terra Natal, o autor se prepara para uma grande maratona de eventos para divulgar o livro, passando por Recife, Rio de Janeiro, Ilha de Paquetá e São Paulo de novo. Boa sorte pra ele que tem muita saúde, pelo visto.

Chame todo mundo e apareça você também! Depois emende a noite “cidade alternativa” no Bar da Meladinha e afins.

Serviço:

Lançamento “O menino que desaprendeu a chorar”
Data e hora: Quinta-feira (7) das 17h às 20h
Local: Café Sr. Petita.
Rua Voluntários da Pátria, 672, por trás do Bardallos
Cidade Alta, Natal – RN
Valor do livro: R$25

Contato para entrevistas: 84 99932-6112


Foto: Caroline Macedo
Redação

Redação

Obrigado pela visita!

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

1 Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *