corpo-desabrigo-por-andre-chacon

40 obras retratam a solidão de espaços abandonados em Natal

Redação20 de fevereiro de 2021Artes Visuais, , Image

Criada a partir da investigação dos espaços abandonados na cidade do Natal, a exposição Corpo Desabrigo segue aberta em formato online até abril.

Clique AQUI e confira gratuitamente a exposição!

O trabalho é resultado da interação do performer Pablo Vieira e do fotógrafo André Chacon em cinco locações da capital e buscam tensionar as relações de memória, pertencimento e territorialidades através dessa obra.

A exposição teve estreia em 2019 no Margem Hub de Fotografia. Agora retorna sua exibição para o formato digital mostrando narrativas visuais que refletem sobre a potência desses espaços no campo estético, simbólico e político.

Experimento e pertencimento

“Essas fotografias nascem tão fortes e tão verdadeiras, pois antes do registro, eu e Pablo estávamos efetivamente experimentando naquele espaço. Isso gerou imagens muito reais, pois essa relação de desmemória e pertencimento ou não-pertencimento nos atravessa imensamente nessa nossa relação com a cidade e naquele momento nós estávamos efetivamente experimentando isso”, declara André Chacon.

Com material inédito, a exposição online conta com a exibição de 40 obras, de textos sobre o processo criativo e do videoarte “Destroço”, com imagens de André Chacon e Moisés Ferreira, edição de Ronildo Nóbrega e trilha de Mexo. O público pode conferir a exposição até o dia 5 de abril.

Corpo Desabrigo tem patrocínio da Prefeitura do Natal, Governo Federal e foi contemplado na Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.

Ficha Técnica:

Fotografia: André Chacon

Performer e Produção Geral: Pablo Vieira

Produção Executiva: Moisés Ferreira

Curadoria: Daniel Torres, João Oliveira e Paula Lima

Designer Gráfico: Vitor Bezerra

 

Videoarte Destroço: 

Imagens: André Chacon e Moisés Ferreira

Edição: Ronildo Nóbrega

Trilha sonora original: Mexo


FOTO: André Chacon

Sobre o autor

Redação

Obrigado pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *