Cineasta Sylvio Coutinho fará palestra em Natal e Mossoró

O cineasta Sylvio Coutinho abrirá as atividades culturais do Governo do Estado/Fundação José Augusto em Mossoró, com uma palestra sobre “O subjetivismo histórico na tela: O documentário Chapéu Estrelado como registro dos caminhos de Lampião no RN”. Será nesta terça às 17h no auditório do Fórum das Artes próximo ao Memorial da Resistência.

O cineasta realizou o documentário Chapéu Estrelado (FOTO) em maio de 2015 e por 10 dias percorreu mais de 1.000 quilômetros nos estados do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte, reconstituindo os passos do grupo de Lampião na região. Dez horas de filmagens resultaram num documentário de 90 minutos que deverá ser lançado no Estado no final do ano.

Na palestra, Silvio Coutinho exibirá o making-off do filme que constitui numa seleção de cenas filmadas e double full HD (4K) com qualidade de nitidez superior. A palestra é aberta ao público.

As cidades filmadas foram Aurora, Missão Velha, Barro, Limoeiro do Norte, Milagres (CE), Santa Helena, Pombal, São João do Rio do Peixe (PB), Apodi, Umarizal, Luís Gomes, Felipe Guerra, Martins, Antônio Martins, Marcelino Vieira, Natal, Mossoró (RN).

Cineasta

Diretor, produtor e roteirista, o cineasta mineiro Sylvio Coutinho está radicado no Rio de Janeiro desde 1996. Com dezenas de curtas, médias e videoclipes no currículo, seu longa de estreia “Remissão”, fotografado por Dib Lutfi e protagonizado por Léa Garcia e Imara Reis, foi selecionado para importantes festivais, como Bogocine, Calcutá e Mostra de Cinema de São Paulo, FestNatal, entre outros.

Dirigiu ainda “Dias Amargos”, longa premiado no FestNatal 2009 (Léa Garcia como melhor atriz e Camila Cohen como coadjuvante), “O Mão de Luva” (documentário de 70 minutos sobre o lendário bandoleiro do século 19), e seu último filme é “Chapéu Estrelado”, com argumento e roteiro de Iaperi Araújo e produção executiva de Valério de Andrade (90 minutos, documentário sobre Lampião e a invasão de Mossoró).

Sinopse

Ano: 1927. Lampião, aliado ao jagunço potiguar Massilon Benevides e ao poderoso Coronel cearense Isaías Arruda, tramam a invasão da rica cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte. Este documentário reúne depoimentos de pessoas que conviveram diretamente com Lampião, algumas na casa dos cem anos, e dos descendentes das vítimas dessa campanha do cangaceiro, além de revisitar em 13 dias, 16 cidades que estão nessa jornada, que começou no Ceará, depois Paraíba e finalmente o Rio Grande do Norte.

*O cineasta Silvio Coutinho estará em Natal nesta segunda-feira (12) e em Mossoró na terça (13)

About The Author: Redação

Redação

Obrigado pela visita!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *