Bailarinos “especiais” venceram seletiva para maior festival de dança do planeta

O Festival de Dança de Joinville é considerado um dos maiores eventos do segmento do planeta. Ingressar na programação é um feito único e um sonho para qualquer companhia ou bailarino do mundo. São mais de seis mil participantes diretos – o maior em número de participantes, segundo o Guiness Book – e atrai público superior a 200 mil pessoas numa média de 170 horas de espetáculos durante onze dias de evento.

Ano passado a 34º edição do Festival de Dança de Joinville aconteceu um FlashMob e mais de 9.000 pessoas participaram. O evento teve um aumento em número de participantes e ganhou, oficialmente, o título de Capital Nacional da Dança. O reconhecimento foi divulgado na noite de abertura do Festival, diante de um público de 4,2 mil pessoas.

Com toda essa tradição, profissionalismo e notoriedade, há de se imaginar a dificuldade de uma companhia de dança participar desse grande momento. Pois um grupo de dança potiguar superou não só o obstáculo da disputada seletiva do Festival, mas também o preconceito contra pessoas especiais, com deficiência intelectual, sendo a maioria dos integrantes portadores de Síndrome de Down.

O STUDIO DE DANÇA

O Studio de Dança é o primeiro grupo de bailarinos com este tipo de deficiência a realizar apresentações no Festival de Joinville. Foi selecionado com a coreografia de dança popular assinada pela professora e coreografa Soraya Lima, tendo como título “O Bicho Vai Pegar”, com nove bailarinos no palco.

O trabalho realizado com estes bailarinos envolve todos os estilos de dança, desde o balé clássico até as danças populares. Eles fazem aula três horas durante a semana, onde realizam trabalho intenso no que diz respeito ao conhecimento de cada dança estudada. O grupo tem faixa etária entre 18 a 50 anos (jovens e adultos).

PATROCÍNIO – CHANCE ÚNICA

O grupo é composto por nove bailarinos, nove acompanhantes e coreógrafo. E como precisa de passagem aérea, hospedagem e alimentação, a equipe busca patrocinadores e uma maior divulgação na imprensa sobre este trabalho realizado no estado do Rio Grande do Norte.

É uma oportunidade única. Concorrer na Mostra Competitiva, apresentar-se na Meia Ponta ou Palcos Abertos nas praças, bairros, shoppings e fábricas ou com um foco voltado à atividade didática, não é para todos, e nossos bailarinos da Studio de Dança conseguiram.

Todos os anos o evento atrai também centenas de interessados nas vagas de cursos, oficinas, workshops e seminários, voltados para o aperfeiçoamento técnico e artísticos de estudantes, bailarinos, professores, pesquisadores outros profissionais das áreas técnicas da produção em dança.

COMO AJUDAR?

Então, não podemos deixar essa chance escapar. Para ajudar a Studio de Dança fazer valer o esforço da seletiva e de todo um trabalho realizado com esses bailarinos especiais para participarem do Festival de Dança de Joinville, ligue para 9 9705-4872 ou 9 9497-5476 e converse diretamente com a diretora do grupo, Soraya Lima.

Eles precisam de fardamento e recursos para passagens aéreas e hospedagem. Qualquer ajuda nesse sentido é válida. A conta para depósito no Banco do Brasil é a seguinte: Agência 1533-4 e Conta Corrente 17335-5.

 

About The Author: Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *