Silvia Sol faz show ao lado de Caio Padilha e Sami Tarik nesta sexta em Ponta Negra

A artista plástica, cantora e compositora natalense Silvia Sol faz show de arrecadação para o financiamento coletivo de gravação do seu primeiro CD autoral, intitulado Janelas de Tráfego. Será nesta sexta-feira, às 20h30, no Acabou Chorare Bar Cultural, em Ponta Negra.

No repertório do show a artista vai apresentar músicas que estarão no disco e também interpretações de canções da MPB. Os músicos Leonardo Costa e Sami Tarik serão a banda base e a cantora conta com a participação de alguns convidados como Caio Padilha, entre outros.

JANELAS DE TRÁFEGO

O Álbum de 13 faixas é o resultado de uma compilação de nove anos de composições próprias, parcerias e interpretações. A partir de 2014 a artista iniciou um trabalho de reunir e montar essas músicas com o violonista Leonardo Costa, arranjador do disco, que está sendo produzido por ele, Silvia Sol e Zé Marcos T. De Almeida, no estúdio Zam House, em Natal.

As canções tem diferentes estilos e influências. Da música urbana ao Ijexá, do clima erudito/contemplativo à influências da música árabe e regional nordestina, até chegar ao blues e ainda passar pelos vocalizes da música instrumental.

Uma mistura, um ecletismo que representa as influências da cantora Silvia Sol, além das interpretações e parcerias com compositores como Leonardo Costa, Sami Tarik, Caio Padilha, Leila Bezerra, Felipe Rigaud (BA), Oliveira de Panelas (PE) e participações de convidados especiais como: Xangai, Margareth Menezes e Khrystal.

A instrumentação do cd é basicamente feita com violão, percuteria e voz, tendo em algumas músicas a inclusão de outros instrumentos como o contrabaixo, guitarra, piano elétrico, flauta transversal, cavaquinho, violão 7 cordas, rabeca, berimbau, entre outros.

Além de um disco, Janelas de Tráfego é um processo de cura da artista, uma busca dela mesma com a arte que traz em si. “A janela é o olhar, o lugar de onde se observa o movimento do tráfego, é a percepção captando uma infinidade de estímulos que temos que lidar. Isso se reflete em um colorido diverso na paisagem sonora do disco”, conta a autora.

SILVIA SOL

Silvia Sol nasceu em Natal, em família de artistas. Canta e pinta desde criança. Começou a carreira artística com as artes plásticas em 1995.

Em 2004, começou a cantar profissionalmente, nas noites da cidade, com o violonista Anderson Mariano.

Em 2007 foi uma das fundadoras do MPSol (Movimento Popular do Sol) que buscava divulgar o trabalho autoral de artistas potiguares. Entre esses artistas estavam os músicos e compositores Caio Padilha, Júlio Lima e Jack Barbosa.

Participou de festivais e de projetos em Natal como o Seis e Meia, abrindo os shows de Renato Braz e Zezé Motta.

Em 2010 foi convidada a participar do projeto Boa Idéia com Iury Matias, Klênio Barros, Rogério Pitomba, Kleber Moreira e Ismael Miranda.

Em 2011 foi atriz/bolsista/colaboradora e preparadora vocal do espetáculo Santa Cruz do Não Sei do Arkhétypos Grupo de Teatro (UFRN).

Ainda em 2011 participou do espetáculo Poema Bar RN/RJ, com Alexandre Borges, João Vasco, Mariana de Moraes e Sofia Vitória.

Em 2012 apresentou com Marcos Lessa o Tributo a Clara Nunes em Fortaleza (CE) no Dragão do Mar. Ainda de 2012 a 2014 fez uma temporada musical em Doha/ Qatar com Sami Tarik, Diego Brasil e Caio Padilha.

Atualmente desenvolve um trabalho autoral com o violonista Leonardo Costa, com quem também desenvolveu em 2016 (CE), 2017 (RN) e 2018 (BA – Projeto Tamar) o projeto de cunho ecológico “O canto do Mar” aprovado em 2015 pelo FIC.

Atualmente, Silvia Sol está produzindo este Janelas de Tráfego.

SERVIÇO

SHOW JANELAS DE TRÁFEGO
QUANDO: 30/03/2018
HORA: 20h30
ONDE: Acabou Chorare Bar Cultural
COUVERT ARTÍSTICO: R$ 10,00

About The Author: Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *