Música potiguar será tocada e discutida 180 vezes nesta segunda

Um evento para render loas à música potiguar, mas também para questionar, discutir para avançar. Essa é a intenção do ‘Todas as vozes da nossa aldeia: A voz da nossa aldeia’.

O evento será realizado às 16h nesta segunda-feira (3), em frente ao Bar de Nazaré, adjacências do Beco da Lama, Centro Histórico de Natal, com acesso livre.

“Aqui começa o primeiro exercício neoantropofágico de nossa canção”, comenta o idealizador do evento, o músico e compositor Romildo Soares.

Um pen drive com 180 canções produzidas no estado do RN pelos mais diversos artista locais, desde os anos de 1970 até a época atual foi montado pelo produtor Júlio César Pimenta para tocar, mastigar, digerir.

Enquanto a música toca rolará uma conversa ao pôr do sol acerca de algumas questões que nos inquietam: Me reconheço na canção do conterrâneo? Soa estranho? Onde evoluímos? As políticas culturais atendem a demanda? A cena renova-se com qualidade? Consumo a música potiguar de que forma?

Então, o convite está feito, mesmo que em cima da hora. Vem nesta segunda passear pelo Centro Histórico, sentar, conversar e ouvir música 100% potiguar?!

SERVIÇO:

O QUE? Todas as vozes de nossa aldeia (apreciação e diálogo sobre a música potiguar)
QUANDO? Segunda 03 de julho
QUE HORAS? 16 às 19 horas
ONDE? Bar de Nazaré (Rua Coronel Cascudo, 130) – Beco da Lama e Adjacências
PRODUÇÃO/CONTATO: Romildo Soares (84) 999 335 604

About The Author: Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *