Projeto Mulheres Retratadas quer contribuir para autoestima de mulheres com câncer

Neste Dia Internacional da Mulher, o projeto cultural “Mulheres Retratadas” realizou seu primeiro ensaio fotográfico. A sessão piloto teve Amanda Albuquerque (do canal no YouTube “Vencendo o Câncer de Mama”) como modelo, intervenções artísticas de Ariel Guerra e registro fotográfico por Mylena Sousa.

Foto da produção do primeiro ensaio, hoje

O projeto engloba várias linguagens artísticas, tais como: artes plásticas, fotografia, audiovisual e literatura, e tem como objetivo contribuir para a autoestima das mulheres com câncer. Seu resultado será a realização de uma exposição fotográfica itinerante que abrangerá as quatro zonas da capital potiguar.

Essa exposição visa favorecer a melhoria da autoimagem, da representação e do empoderamento das mulheres com câncer durante e após o tratamento por meio da arte, uma vez que esta se constitui como elemento estético sensível, que tem o poder de trazer à tona questões e/ou sentimentos guardados bem como de provocar a própria mudança do olhar e da percepção a partir do contato com a obra de arte e a participação na construção deste processo.

A ação desenvolvida por Camilla Kaciane e Nizia Klosouski, produtoras executivas do projeto, quer chamar a atenção de futuros patrocinadores, já que o projeto está apto à captação de recursos por meio da Lei Câmara Cascudo. Sendo garantidos os recursos necessários, os registros feitos com 10 modelos irão compor uma exposição com 20 fotos mostrando que a fotografia, além de expressão artística, é um instrumento de ação social.

SAIBA MAIS

O projeto cultural divide-se em quatro momentos: inicialmente, será realizado o “embelezamento” (cabelo, unha e maquiagem), a pintura corporal e a sessão de fotos com mulheres em tratamento de câncer ou que já tiveram a doença; posteriormente, uma oficina literária com todas as participantes para a escolha das legendas das fotografias que serão expostas.

Ao longo de todo o processo será realizado um registro audiovisual do making off que terá como resultado um vídeo promocional; e por fim, uma exposição fotográfica itinerante em sete locais, incluindo galerias, espaços culturais e shoppings centers, abrangendo as quatro zonas da cidade, com duração de aproximadamente quatro meses.

Facebook do Projeto Mulheres Retratadas

Instagram Mulheres Retratadas

About The Author: Redação

Redação

Obrigado pela visita!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *