Duas edições do Insurgências Poéticas com Michelle Ferret e novo show de Tiquinha Rodrigues

Em duas edições nessa semana, no Bardallos e em Nalva Melo Café Salão, o Sarau Insurgências Poéticas homenageia a poeta Michelle Ferret e recebe Tiquinha Rodrigues estreando solo

Já na quarta temporada, o Sarau Insurgências Poéticas une poesia, dança, teatro, artes visuais, música e economia criativa para insurgir e criar espaços de fluxo e trânsito para artistas e produtores do Nordeste. Desde março de 2016 até junho de 2017 são mais de 30 edições realizadas. O sarau já reuniu mais de 250 artistas potiguares que colaboraram para que isso acontecesse.

E essa semana serão duas edições em bairros históricos da cidade do Natal: no Bardallos Comida e Arte (Centro Histórico) e no Café Salão de Nalva Melo (Ribeira).

Na programação tem homenagem à poeta e dramaturga Michelle Ferret, ao Casarão da Poesia e a Jean Sartief, no Bardallos. E estreia do ‘Giro In Solo’, o recente trabalho solo da violinista, rabequeira e compositora Tiquinha Rodrigues, em Nalva Melo.

Tudo isso e muito mais, como, lançamentos de livros e da coleção insurgências poéticas em parceria com o Estúdio ODM Carlota, artes visuais, música, diálogos, dança e boas vibrações.

BARDALLOS

Nesta quarta, a partir das 19h, tem início o Sarau Insurgências Poéticas no Bardallos Comida e Arte, com homenagem à poeta Michelle Ferret. Artistas de tempos e linguagens distintos, buscam dentro de suas expressões, insurgir poéticas peculiares na trajetória e na escrita tão peculiares da existência de Michelle.

Civone Medeiros, Leonam Cunha e Thiago Medeiros passeiam entre poesias autorais e do repertório de Michelle Ferret, entre erotismo, fantasia, amorosidades.

Em seguida, a bailarina Rozeane Oliveira apresenta a coreografia “talvez” inspirada no poema de mesmo título, da poeta.

As artes visuais da noite ficam por conta do artista visual Pedro Bauduíno. E a música rola solta entre afetividades, autorais e outros cancioneiros na voz e violão de Felipe Nunes, que apresenta seu show, além da estreia de Leonam Cunha como DJ em uma playlist nacional das boas.

Na noite de quarta você ainda saberá mais sobre o projeto “Estados em Poesia” – evento que acontece em todo o Brasil e, pela primeira vez, acontecerá em Natal. Como colaborar, quando e como acontecerá você fica sabendo pelos poetas/produtores Gonzaga Neto e Gessyka Santos, que apresentam o evento na cidade, junto com outros poetas locais.

Também na quarta-feira tem o lançamento da Coleção Insurgências Poéticas (Estúdio ODM Carlota); Arte e Encanto Velas; relançamento dos livros de Leonam Cunha, Marina Rabelo, Michelle Ferret e Thiago Medeiros; e presença do ateliê Cim Brasil.

“Homenagear poetas/artistas que mantém acesa a chama da inspiração e dos afetos, também é a ideia das insurgências poéticas, entre os homenageados já estiveram: Paulo Augusto, Iracema Macedo, Civone Medeiros e Antonio Ronaldo… Numa maneira de sensibilizar a memória de uma cidade que parece nos forçar a esquecer. Homenagear Michelle, em um juntêro tão especial é uma honra”, conta Thiago Medeiros, produtor do sarau.

A quarta temporada conta ainda com homenagens ao Casarão da Poesia e a Jean Sartief e segue até o final de julho.

Michelle Ferret é poeta, dramaturga, professora, graduada em artes cênicas e jornalista. Participou da banda potiguar Rosa de Pedra e integrou a banda do cantor e compositor paulista Renato Braz. Dramaturga do grupo de teatro Para Eu Parar de Me Doer, junto com Marina Rabelo e Thiago Medeiros.

NALVA MELO

A segunda edição das Insurgências Poéticas e Sarau Café Salão acontece neste sábado, a partir das 16h. Descer a ladeira e chegar ao lugar onde tudo começou. Alinhar as asas pra fortalecer o voo.

Entre cocos, rabecas, poesias, cantos, juremas e batuques a violinista, rabequeira e compositora Tiquinha Rodrigues apresentará ao público seu primeiro solo.

Com um repertório que reúne desde músicas instrumentais e a poesia, escolhidas no processo de lapidação e suas buscas musicais, o show contará com a presença de Toni Gregório (violão, viola), Kleber Moreira (percussão), Bianca Maggi (percussão, poesia e vocais) e a participação de Michelle Ferret (poesia) e Titina Medeiros (atriz).

“Este show é uma semente que vem sendo plantada. De todos os lugares que andei e ouvi, parece que você tem uma longa saia que vai costurando fio a fio a cada dia, a cada giro. Esse trabalho é um processo novo para algo que quero construir aos poucos. É um grande processo, um laboratório, um experimento, é uma forma de presentear nesse terreiro com pessoas que estão na minha história artística e familiar”, contou Tiquinha.

Assim como no Bardallos, em Nalva Melo Café Salão também vai ter lançamento da Coleção Insurgências Poéticas que apresenta poemas em camisas, canecas, quadros e outros artefatos com poemas de Civone Medeiros, Marina Rabelo e Thiago Medeiros.

Na ocasião haverá um diálogo sobre a economia criativa e sua importância para o momento em que estamos passando, com profissionais convidados.


Fotos: Tiquinha Rodrigues (by Bruno Martins) e Michelle Ferret (MarDy Nós)

About The Author: Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *