Carta aberta sobre a maconha; consumo x penalidade no campus da UFRN


Essa semana uma ‘Carta Aberta à Reitora da UFRN’ formalizada por alunos do curso de Jornalismo da UFRN demonstrou insatisfação com o “consumo e tráfico de drogas deliberado no campus”, classificou a Universidade de omissa e negligente para o caso e cobrou “coibição” e “penalidades institucionais e criminais aos infratores”.

Pois está marcada para a próxima terça-feira, às 16h20, na área externa do próprio Laboratório de Comunicação (LABCOM – UFRN) palestras para discutir o assunto de forma aberta. Serão ministradas pela professora doutora do Departamento de Ciências Sociais, Leilane Assunção, e por Felipe Faria, diretor do coletivo Com.Cannabis.

O evento foi organizado pela Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação Social, através da ENECOS Potiguar. Segundo eles, a maconha provoca menos danos ao organismo do que drogas legalizadas, como álcool e tabaco. Contudo, a discriminação existente entorno da maconha tem motivos diversos e não obedece apenas a lógica da ilegalidade. Fatores religiosos, socioculturais e midiáticos foram e continuam sendo usados para construir uma imagem negativista sobre a cannabis e toda a cultura relacionada a ela.

Por isso, acreditam, o assunto deve ser abordado com cuidado. “Aspectos que transcendam o senso comum são imprescindíveis para um melhor entendimento do cenário atual da relação entre o Estado, as drogas – no geral – e a parcela da população marginalizada pelo consumo”.

Eles repudiam qualquer “ação de caráter punitivo e higienista” dentro e fora da UFRN. E ao entender o pensamento crítico sobre o tema citado como essencial para a qualidade da formação do comunicador, elaboraram a “Carta Aberta Sobre a Maconha”, com o intuito de vencer o tabu que impede a manutenção de debates construtivos.

Junto a Enecos Potiguar, faz parte do projeto o coletivo Com.Cannabis, organizadores do 1º Fórum Delta 9, na construção e mediação do debate. O evento será realizado por estudantes de Comunicação Social da Enecos Potiguar e é aberto a toda a comunidade acadêmica.

Serviço

* Palestrantes *
Leilane Assunção – Professora Doutora do Departamento de Ciências Sociais
Felipe Faria – Diretor Com.Cannabis

* Data, hora e local *
06/06/2017 – 16:20
Área externa do Laboratório de Comunicação (LABCOM – UFRN)

#LegalizeJá

sergiovilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

CONFIRA TAMBÉM

COMENTE

Receba nossas melhores notícias por e-mail

FACEBOOK

Instagram

Homenagem ao Casarão de Poesia agorinha no @Bardallos, pelo Insurgências Poéticas. Nossa @creativecamiseta presente. Rolou até uma garoa para um clima mais aconchegante. Daqui a pouco a poética currais-novense de Iara Carvalho e Wescley Gama. Salve os 10 anos do Casarão! #poesiapotiguar
Clube do Samba Potiguar rolando no Mercado de Petrópolis. Projeto massa capitaneado por Andiara Freitas. Resgate da fina flor dos sambistas potiguares e incentivo à música autoral. #sambapotiguar #musicapotiguar
Espetáculo Gonzagando, pela Companhia de Dança da TAM, dirigido por Wabie Rose, no Arraia da Meninada, Cidade da Criança. Belíssimo! #culturapotiguar
Com o magro Tacito Costa para prestigiar o show de Sami Tarik no @bardallos. Começa às 21h. Só chegar. #musicapotiguar
Se você acha shows instrumentais tediosos eis o cara para desmistificar esse conceito. @sergiogroove não é só um gênio do contrabaixo, ele traz ao palco carisma, versatilidade para agradar gregos, troianos e atenienses, e o mais importante: divertimento. Ele diverte a plateia, seja com seu baixo, com seus joguetes vocais ou sua performance. E adivinha? Ele estará neste domingo no #somdamata acompanhado de uma seleção de músicos. Imperdível! #culturapotiguar #culturadorn #musicapotiguar
Em breve as estampas mais iradas do mercado, em camisas de excelente qualidade e o menor preço. Quer mais? Pois tem. Frete grátis para Natal! Sigam @cretivecamiseta e fiquem por dentro das novidades. #camisetasestampadas #culturapop #estampascriativas