Insurgências Poéticas desta quarta traz cantora pernambucana ao Bardallos

O Sarau Insurgências Poéticas volta nesta quarta-feira com muita poesia, artes visuais, dança, música e economia criativa. Nesta edição, o projeto que, desde 2016, vem somando processos e criatividade com artistas potiguares, abre com chave de ouro a primeira interação nordestina com a presença de Isaar, que vem levantar poeira no coração do Centro Histórico de Natal, carregada de toneladas de Recife na garganta e nos arranjos.

O mix de atrações permanece no solo convidativo do Bardallos Comida e Arte, no Centro Histórico. Por lá estarão reunidos a poesia de Civone Medeiros e Thiago Medeiros, a dança-performance de Rozeane Oliveira, a exposição ‘Memórias do Alecrim’, de Wallace Yuri, e ainda um mini bazar com artigos de Civone, Carla Nogueira (Use Carlota) e poemas de Thiago. Para a trilha sonora, Felipe Nunes, Jailton Meeiros e Thereza Nunes, e Rousi Flor Caété e Mirabô.

A noite fecha com a cantora Isaar, que teve sua carreira iniciada há mais de 20 anos por um convite de outra joia da cultura pernambucana: Maciel Salu, filho do Mestre Salustiano. Depois, Isaar integrou a banda Cumade Florzinha, onde gravou dois CDs, junto com Karina Burh, Renata Rosa e outras intérpretes pernambucanas, entre 1997 e 2004. Participou da gravação de álbuns das bandas Siba e A Fuloresta, Mundo Livre S/A, Eddie e Cidadão Instigado. Nos anos 2000 acompanhou Antonio Nóbrega em seus shows.

Se você, assim como este blogueiro, não conhecia Isaar, sua voz é facilmente reconhecida também em trilhas sonoras feitas para teatro, dança e cinema, com destaque para sua participação no excelente filme Tatuagem, de Hilton Lacerda. O som é pernambucano, nos batuques, nas letras, na aura. Confiram mais abaixo, na íntegra, o álbum ‘Azul Claro’.

SERVIÇO:

O QUE? Sarau Insurgências Poéticas – ConVida Isaar
QUANDO? Quarta feira 03 de maio
ONDE? Bardallos Comida e Arte (Centro Histórico de Natal)
QUANTO? $ 10

Contato:
(84) 986 270 893
thiagomedeiros.natal@gmail.com

About The Author: Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *