Tem insurgências poéticas para iluminar sua alma neste início de fevereiro

Poesia maldita, lançamento de livros, arte urbana, música autoral e artes visuais na terceira edição do Sarau Insurgências Poéticas

O Grupo Insurgências Poéticas surgiu para trazer poesia neste mês de fevereiro. Um mix de atrações concentrado no Bardallos Comida e Arte, sempre às quartas–feiras de verão, às 19h.

O sarau tem o objetivo de oferecer ao público uma programação diversa com as mais diversas expressões poéticas que vêm sido produzida em Natal: livros, zines, filmes, música, exposições e, claro, a poesia contida nos encontros.

A programação desta quarta terá relançamento dos livros “uma noite entre mil” de Carmen Vasconcelos e “Para Eu Parar de Me Doer” de Thiago Medeiros, relançamento do zine “travessia” de Ayrton Alves; show autoral da banda Selenita Aparte; Felipe Nunes, Pedro Neto e Thereza Nunes interpretando clássicos de álbuns como “transa”, “fatal”, “todos os olhos”, “di melo”; e encerrando o sarau com o show Clara Pinheiro e Zé Caxangá.

É entre releituras e poesias/canções autorais que o insurgências poéticas é feito.

Desde a primeira edição desta temporada o sarau conta com a participação dos artistas Ayrton Alves, Felipe Nunes, Pedro Neto, Thereza Nunes, Thiago Medeiros e da banda Selenita Aparte.

Além de poesia e música, o sarau traz em sua programação as poéticas contidas nas artes visuais, fotografia, cinema e dança contemporânea; onde cada semana artistas da cidade são convidados a integrarem a programação.

Convidados:

• Carmen Vasconcelos (poesia)
• Plínio Sanderson (poesia)
• Arbus (artes visuais) – FOTO QUE ILUSTRA O POST
• Romildo Soares (música/poesia)
• Rozeane Oliveira (dança contemporânea)
• Júlio César e Felipe Erick (música instrumental)
• Clara Pinheiro e Zé (música)

A última edição acontecerá no próximo 8 de fevereiro e fará homenagem à poeta, artista visual e performer Civone Medeiros.

Sobre o Insurgências Poéticas

Janeiro de 2016, mês de férias, seis amigos/poetas “inquietos, ásperos e desesperançados”: Amanda Duarte, Ayrton Alves, Letícia Torres, Marina Rabelo, Michelle Ferret e Thiago Medeiros celebram a poesia dos encontros em uma mesa amarela do bar do Pedrão, em Natal.

Vamos fazer um sarau juntando poesia, música, cinema, artes visuais e o que mais vier, em bares e lugares alternativos da cidade? Vamos!

Fruto dessas conversas, risos e lágrimas, realizaram juntos exposições, zines, livros e 12 saraus no ano caótico que foi o de 2016.

E o grupo resistiu às intempéries do ano passado com poesia, com amor e de mãos dadas, porque acreditaram na poesia dos encontros, a que aprofunda os laços, a que faz doer e que embriaga.

FOTO: Dani Ferreira

About The Author: Redação

Redação

Obrigado pela visita!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *