Tudo sobre a volta do Goiamum Audiovisual e a oficina de documentário


Após dez anos de seu começo, o Festival Goiamum Audiovisual retoma suas atividades em novo formato. O evento será dividido em quatro momentos distintos ao longo do ano. E o primeiro acontece neste 30 de junho e segue até 2 de julho, com o primeiro Drops.

A primeira edição Drops#1 será com o tema Diálogos e conta em sua programação com:

– Projeção Mapeada com a VJ Lê Pantoja (RJ)
– Exibição do Documentário “À Queima Roupa” da premiada documentarista Theresa Jessouroun (RJ)
– Debate após a exibição do filme “À Queima Roupa” (FOTO). O debate transcorrerá sobre a temática do filme
com recortes locais (RN), em uma mesa composta por várias representações locais
Oficina de Documentário com a documentarista Theresa Jessouron (RJ)

– Exibição e Debate

Usando o filme como ferramenta social, o Drops #1 – Diálogos fala da violência do cotidiano através da exibição do documentário ‘À Queima Roupa’, que aborda a violência e corrupção da polícia no Rio de Janeiro durante 20 anos e tem como ponto de partida a chacina de Vigário Geral – onde PMs mataram 21 pessoas para vingar a morte de quatro policiais.

Após a exibição do filme o debate sobre violência será contextualizado com a violência em Natal e RN com especialistas da área e documentaristas locais como Roberto Monte (CDHMP – Centro de Direitos Humanos e Memória Popular e DHNET – Direitos Humanos na Internet), professora Juliana Melo (Antropóloga-UFRN), Maryland Brito (documentarista), Genésio Pitanga (diretor, produtor e apresentador de programa policial de TV) e representante da Secretaria de Segurança, tendo como mediadora a documentarista e presidente da ABDeC, Dênia Cruz.

Trailer de A QUEIMA ROUPA

– Projeção Mapeada com Lê Pantoja (RJ)

Mapeamento de vídeo é uma técnica que consiste na projeção de vídeo em objetos ou superfícies irregulares, tais como estruturas de grandes dimensões, fachadas e estátuas. É uma reconstrução do espaço real existente através da adição de espaço virtual.

Com esta técnica os artistas podem criar dimensões extra, ilusões ópticas e noções de movimento em objetos estáticos, interagindo com a arquitetura do espaço. Normalmente são criadas narrativas audiovisuais através da combinação ou desencadeamento de vídeo com áudio.

A VJ Lê Pantoja irá criar uma projeção mapeada especial pro Drops#1 inspirada na temática do debate. Lê Pantoja é carioca, recém-chegada em Natal, diretora e montadora de cinema por formação, artista
multimídia e VJ.

– Oficina de documentário com Theresa Jessouron (RJ)

O primeiro drops já conta com um nome de peso do cinema brasileiro. A carioca Theresa Jessouroun vem para ministrar uma oficina de documentário, exibir o doc ‘À Queima Roupa’ e participar do debate.

Theresa atua no cinema desde 1980 em filmes de longa-metragem como continuísta, fotógrafa de cena e
assistente de montagem. Trabalhou em filmes de Antônio Calmon, Fábio Barreto, Walter Lima Júnior,
Oswaldo Caldeira e Jorge Duran. Ao longo dos anos, trabalhou em quase todas as funções técnicas da atividade cinematográfica, destacando-se como Coordenadora de Produção.

Theresa Jessouroun é sócia da Kinofilmes que produz documentários nacionais e internacionais, vídeos institucionais, produção e mostras de cinema nacionais e também na colaboração com produções estrangeiras para HBO/USA, Channel 4, TV France e Discovery Channel.

As produções de Theresa já receberam 35 prêmios nacionais e internacionais, entre eles o Prêmio Edson
Carneiro para Melhor Documentário, com ‘À Queima Roupa (vencedor dos prêmios Melhor Documentário e Melhor Direção de Documentário no Festival do Rio de 2014).

– Inscrições para oficina

A Oficina de documentário com Theresa Jessouroun (RJ) é voltada para diretores, roteiristas, técnicos do audiovisual, estudantes, biólogos, jornalistas, pesquisadores de diversas áreas, turismólogos e interessados em geral no cinema e no gênero documentário.

Durante os dois dias a documentarista falará sobre teoria em torno do que é e do fazer documentários, processos criativos e de execução, como elaborar projetos, as oportunidades e dificuldades sobre o mercado. E ainda a exibição de documentários diversos para ilustrar os conteúdos aplicados.

As inscrições podem ser realizadas clicando AQUI.

Os inscritos deverão participar do evento ‘Exibição do filme a Queima Roupa + Debate’ no dia 30/06
(auditório da Zila Mamede), que também contará como carga horária do curso que é de 18h/a. Os alunos receberão certificados.

VEJA OS DEMAIS DROPS DURANTE O ANO

Ao longo de sua existência o Goiamum se fortaleceu e contribuiu com a cena audiovisual potiguar com atividades firmando o tripé exibição, capacitação e discussões de políticas públicas para o setor; realizou oficinas, encontros, palestras, seminários, exibição de mais de 800 filmes em mostras nacionais e internacionais de diversos gêneros, mostras competitivas onde foram 4 nacionais, 2 potiguares e 8 itinerantes.

Para 2017 a aposta fica com os drops. Serão quatro edições promovidas associadas a encontros e/ou oficinas e/ou seminários, previstas para junho/julho (Drops#1), agosto (Drops#2), setembro (Drops#3) e outubro/novembro (Drops#4).

Drops #1 – Diálogos (Informações acima)
Drops #2 – Diversidade | Mostra For Raibow – Festival de Cinema e Cultura da Diversidade Sexual –Mostras e Encontros sobre diversidade e gênero (agosto)
Drops #3 – Cinema de Transgressão |Mostra de cinema marginal + oficina com o cineasta Thiago Mendonça (SP) (setembro)
Drops #4 – Mercado | Mostra + Seminário sobre mercado com representações da ANCINE, representantes de TVs Públicas, gestores de editais públicos nacionais, assessoria Jurídica para cinema
(outubro/novembro).

A produção do festival segue articulando a captação de recursos ao longo deste ano para a realização do
Goiamum Audiovisual em seu formato tradicional, previsto para o primeiro semestre de 2018.

SERVIÇO

Goiamum Audiovisual – Drops #1 – Diálogos
Exibição + Debate + Projeção Mapeada + Oficina

Dia: 30/06 – Sexta-feira
Horário: 18h30
Local: Auditório da Biblioteca Central Zila Mamede (UFRN)
– Projeções da VJ Lê Pantoja (RJ), Exibição do filme A QUEIMA ROUPA (Theresa Jessouroun)
Documentário, 90 min, 2014) e Debate com convidados.
Aberto ao público

Dias: 01 e 02/07- Sábado e Domingo
Horário: das 8h às 12h e 14 às 18h.
Oficina de Documentário com Theresa Jessouroun (RJ)
Local: Auditório do Sebrae
Investimento: R$120,00 para o público geral e R$100,00 para membros da ABDeC/RN
Carga horária: 18h/a
VAGAS LIMITADAS

INFORMAÇÕES: producaogoiamum@gmail.com | 99936-2966 | 98804-2609 | 99832-1382
APOIO: SEBRAE RN | ABDeC | CINE UFRN | MASSA FINA | VJ LÊ PANTOJA | TELA VIVA
COLABORAÇÃO: RADAR R | HD PRODUÇÕES
REALIZAÇÃO: CASA DE PRODUÇÃO

sergiovilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

CONFIRA TAMBÉM

COMENTE

Receba nossas melhores notícias por e-mail

FACEBOOK

Instagram

Espetáculo Gonzagando, pela Companhia de Dança da TAM, dirigido por Wabie Rose, no Arraia da Meninada, Cidade da Criança. Belíssimo! #culturapotiguar
Com o magro Tacito Costa para prestigiar o show de Sami Tarik no @bardallos. Começa às 21h. Só chegar. #musicapotiguar
Se você acha shows instrumentais tediosos eis o cara para desmistificar esse conceito. @sergiogroove não é só um gênio do contrabaixo, ele traz ao palco carisma, versatilidade para agradar gregos, troianos e atenienses, e o mais importante: divertimento. Ele diverte a plateia, seja com seu baixo, com seus joguetes vocais ou sua performance. E adivinha? Ele estará neste domingo no #somdamata acompanhado de uma seleção de músicos. Imperdível! #culturapotiguar #culturadorn #musicapotiguar
Em breve as estampas mais iradas do mercado, em camisas de excelente qualidade e o menor preço. Quer mais? Pois tem. Frete grátis para Natal! Sigam @cretivecamiseta e fiquem por dentro das novidades. #camisetasestampadas #culturapop #estampascriativas
Mirabô passando o som com o luxuoso acompanhamento de Rose Flor Caete. Início dos shows em instantes na Pinacoteca. Sami Tarik abre os trabalhos. Primeira edição do Mostra de Música Sete e Meia! #musicapotiguar
Fabio Rocha, vulgo @zecaxanga, é nosso Forrest Gump da música potiguar. E ele vai reunir oito bandas num festival no Ateliê Bar, próximo sábado. Baile imperdível e por isso tem textinho no nosso Papo Cultura sobre o evento e sobre os 18 anos de labuta desse cara. Merece! #musicapotiguar