Escritores planejam edição de livros, seminários e debates em Natal

Seccional potiguar da União Brasileira de Escritores já traçou planejamento de ações para 2017

A quarta instituição mais antiga do Rio Grande do Norte parece ainda adolescente cheia de energia e sonhos. Mas a União Brasileira de Escritores (UBE/RN) merece o respeito aos mais antigos. São 58 anos de histórias, vitórias e batalhas incessantes pela valorização do livro e da produção literária potiguar. Uma das seccionais mais ativas da UBE. Basta acompanhar abaixo as metas para um 2017 produtivo, com atividades regulares entre debates, edição de livros e eventos literários. Vida longa à UBE/RN!

Quinta Literária

A UBE/RN pretende manter a regularidade do projeto Quinta Literária no mesmo local onde funcionou a Livraria Nobel Salgado Filho e hoje abriga uma cooperativa chamada Unilivreira. O projeto acontecerá sempre na segunda quinta-feira do mês. O formato será de dois escritores convidados para falar do seu processo criativo, mediado pela vice-presidente da UBE/RN, a poeta Jânia Souza. Um projeto já consolidado, antes mediado pelo escritor e pesquisador Thiago Gonzaga no qual tive a oportunidade de participar uma vez para falar da história do Substantivo Plural ao lado de Tácito Costa.

Dia da Poesia

O Dia da Poesia vem sendo celebrado em Natal desde 1977, seja com passeatas de protestos (Sofia Gosson, Aluízio Matias, Venâncio Pinheiro, Plinio Sanderson, João Batista de Moraes Neto, Dacio Galvão, Carlos Gurgel, entre outros) até a passeata do bode numa total irreverência da chamada Geração Alternativa. Então, a UBE/RN não pdoeria ficar de fora e tentará promover uma ação conjunta com a Academia Norteriograndense de Letras e o Conselho Estadual de Cultura. A programação sugerida será uma mesa redonda realizada no Teatro de Cultura Popular Chico Daniel (TCP) tendo como debatedores Diógenes da Cunha Lima, Lívio Oliveira e Plínio Sanderson, e como moderador, o presidente da UBE/RN, Eduardo Gosson. Na oportunidade lançamento do jornal O Galo UBE/FJA e o projeto Poesia Circular, coordenado por Aluízio Matias.

Sarau Lítero-musical

O Sarau procura dar visibilidade ao autor potiguar, também promovido na ex-Livraria Nobel e coordenado pela poetisa Diulinda Garcia. Sempre no último sábado de cada mês. E na esteira desse projeto está sendo desenvolvido o projeto Cancioneiro Poético Potiguar, pelo poeta e compositor Roberto Lima de Souza, ex-presidente da UBE/RN. Ele tem coordenado as gravações do CD a ser lançado pelo selo editorial Nave da Palavra ainda neste primeiro semestre contendo 20 poetas entre vivo e mortos.

Livros

O Conselho Editorial da UBE/RN planeja publicar seis livros para o segundo semestre. São eles:
. Julho. Crônicas do Tempo Presente (Eduardo Gosson);
. Agosto: Coletânea de Prosa da UBE/RN (Org. José de Castro);
. Setembro: livro Infanto-juvenil (a definir)
. Outubro: O Concretismo no RN (Org. Anchieta Fernandes);
. Novembro: (livro a ser definido);
. Dezembro Coletânea de Poesias da UBE/RN 2017 (Org. José de Castro).

Dia do Escritor

O Dia 25 de julho é celebrado no Brasil desde a década de 60 do século passado, quando virou lei instituída pelo então presidente da União Brasileira de Escritores, João Peregrino Júnior, que é potiguar e pelo seu vice-presidente, o célebre escritor Jorge Amado. O Dia do Escritor surgiu após a realização do I Festival do Escritor Brasileiro, iniciativa da UBE. O grande sucesso do evento foi primordial para que, por intermédio de um decreto governamental, a data fosse instituída com a finalidade de celebrar a importância do profissional das letras, profissão que, infelizmente, nem sempre tem sua relevância reconhecida. A luta pela profissão de escritor continua e a UBE/RN pretende montar programação para comemorar a data.

Fundação da UBE/RN

Há 58 anos o salão nobre do Instituto Histórico e Geográfico (IHGRN) assistiu a fundação da quarta instituição mais antiga do RN. Atrás apenas do próprio IHGRN (1902), da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras (1936) e do Instituto Cultural do Oeste Potiguar (1958), a União Brasileira de Escritores UBE/RN merece respeito e planeja desde já uma Sessão Solene na Câmara Municipal de Natal onde serão homenageados cinco remanescentes, sendo quatro vivos (Afonso Laurentino, Eider Furtado, Sanderson Negreiros e Paulo Macedo) e o já saudoso Dorian Grey Caldas. Na ocasião, seria lançado a Coletânea de Prosa da UBE/RN, organizada por José de Castro.

Dia do Livro Infanto-Juvenil

Dia 8 de setembro é o Dia do Livro Infanto-Juvenil e a UBE/RN pretende promover Seminário com o tema “O prazer de escrever para criança”, com os debatedores Diógenes da Cunha Lima, Salizete Freire e José de Castro e mediação de Ozeni Gomes, presidente da SPVA. Esse evento seria na Cidade da Criança no turno vespertino e teria vários contadores de estórias espalhados na localidade interagindo com as crianças, em parceria com a Fundação José Augusto.

Concretismo

O movimento do concretismo foi um marco divisor na Literatura brasileira então estagnada. De um lado Décio Pignataro, os irmãos Campos (Augusto e Haroldo). De outro, o poeta engajado Ferreira Gullar. No meio da disputa o poeta Mario Chamie e outros. Então, no mês de outubro e em parceria com a Funcarte, a UBE/RN pretender promover um seminário para discutir o tema, sob dois ângulos: o Concretismo no RN e o Concretismo no Brasil. O poeta Augusto de Campos seria um dos palestrantes.

About The Author: Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Comentários

  • Reply thiago gonzaga

    Oi, Sergio, obg por nos deixar informados.
    Seu espaço está muito bom.
    Parabéns.

    • Sérgio Vilar
      Reply Sérgio Vilar

      Valeu, Thiago. No esforço em divulgar e trazer material inédito. Obrigado pelo prestígio e ajuda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *