Confira a situação atual dos equipamentos culturais prometidos pelo Governo do RN

O Governo do Estado vem desenvolvendo ações contínuas para a preservação do patrimônio cultural do RN. Determinada pelo governador Robinson Faria, a Fundação José Augusto está totalmente empenhada na recuperação dos equipamentos culturais sob a administração estadual, através de projetos de restauração dos seus teatros, museus e bibliotecas.

Com recursos no valor de R$ 26 milhões, oriundos do Programa RN Sustentável e anunciados em agosto de 2016, o Governo do Estado avançou na reestruturação dos principais equipamentos e tem buscado soluções administrativas para enfrentar as dificuldades encontradas para dar andamento às obras.

Biblioteca Câmara Cascudo

A obra da biblioteca, foi iniciada em março e em 90 dias estará concluída, conforme assegurou a empresa MMK, vencedora da licitação. No último dia 15 a direção da FJA esteve em Brasília para debater com o Ministério da Cultura o investimento no valor de R$ 150 mil destinado a aquisição de obras, assinatura de jornais e revistas e restauração de títulos raros, além de R$ 327 mil para móveis e equipamentos de informática o investimento.

Memorial Câmara Cascudo

Após paralisação determinada pelo IPHAN, obra de restauração será reiniciada.

Museu Café Filho

Obra do Museu foi concluída, faltando apenas a instalação de ar condicionado, plataforma de acessibilidade e expografia.

Teatro Adjuto Dias

O início das obras contou com presença do governador Robinson Faria, a obra de reforma já foi iniciada do teatro seridoense e a inauguração está prevista para julho durante a tradicional Festa de Sant´Anna com a participação da Orquestra de Sinfônica do RN.

Teatro Lauro Monte

Fechado durante o Governo de Wilma de Farias, a obra tem licitação prevista para 60 dias. O Lauro Monte é um dos mais importantes teatros do RN.

Teatro Alberto Maranhão

O Governo do Estado está negociando com a empresa pernambucana Cunha Lanfermann Engenharia e Urbanismo a execução dos projetos complementares para a restauração do Teatro Alberto Maranhão. Os projetos básicos para a obra já foram aprovados pelo IPHAN e Corpo de Bombeiros e estavam com recursos garantidos no PAC das Cidades Históricas, que não se concretizou. Os recursos para a reforma do TAM, no valor de R$ 7,8 milhões, estão assegurados pelo Projeto RN Sustentável.

EDTAM

O prédio da Escola de Dança do Teatro Alberto Maranhão (EDTAM), localizada no bairro da Ribeira, se encontra na mesma situação do TAM, cujos projetos ainda serão submetidos à aprovação do IPHAN.

About The Author: Redação

Redação

Obrigado pela visita!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *