Discos que Mudaram Minha Vida: Elvis is Back, de Elvis Presley

Discos que Mudaram Minha Vida #5

Elvis is Back – 1960

por Giancarlo Vieira

Até hoje ainda perdura o clichê de que Elvis jamais gravou um trabalho à altura de seus revolucionários primeiros álbuns dos anos 50. E que sua produção pós-exército seria de pura reciclagem auto-indulgente. Nada mais enganoso. Lançado em 1960, Elvis Is Back é um retorno triunfal de um artista disposto a recuperar dois anos perdidos.

Combinando lindas baladas, country, pop e blues, este álbum é desafiador, sensual e comovente. Sua fantástica banda, que incluía o divino quarteto vocal The Jordanaires, conduz Presley às mais fantásticas vocalizações de sua carreira até então.

Das libidinosas “Fever” e “Such A Night”, passando pelos lancinantes blues de “Reconsider Baby” e “Like A Baby”, Elvis tangencia o abismo e alça voos em interpretações espetaculares. Como se não bastasse, a brilhante produção de Chet Atkins e Steve Sholes garantiram a melhor sonoridade em um álbum de Presley desde sua meteórica ascensão. Das fantásticas e produtivas sessões do disco ainda se destacariam joias pop de dimensões planetárias lançadas somente em singles: “It’s Now Or Never” e “Are You Lonesome Tonight”.

Sucesso espetacular em sua época, este álbum foi injustamente relegado a um segundo plano em décadas posteriores. Uma feliz reavaliação de sua importância começou a partir dos anos 2000. Nada mais justo.

Este é seguramente o primeiro disco do “King” quando penso na teoria da ilha deserta. Eu o protegeria com unhas e dentes das tempestades e furacões.

Let The Good Times Roll: Remember The King.

About The Author: Giancarlo Vieira

Giancarlo Vieira

Professor, músico, ex vocalista dos Grogs, atual vocal do Cangalha Blues e do Trio Rock. Um eterno garoto amante dos Beatles e dos Rolling Stones.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *