POETA DA SEMANA: Eliano

Eliano é músico, compositor e poeta do interior do Rio Grade do Norte. Nascido em plena década de 90, em Pau dos Ferros, sagitariano, mundano, profano. Assistiu TV sem culpa quando era criança e hoje surta quando liga e vê a programação. É formado em Letras. Em 2015 lançou seu primeiro disco Ecdemomania. Em 2016 foi indicado ao Troféu Cultura na categoria Melhor Cantor. Também foi indicado ao Prêmio Hangar de Música como revelação do ano. Este ano pretende publicar seu primeiro livro de poesia intitulado ‘Quase não me recupero dos golpes que seus olhos me deram’. E aqui segue uma mostra do seu trabalho poético.

Eliano é nosso POETA DA SEMANA!

————

já vi a solidão devastar
uma geração inteira
quando o garçom
começa a recolher as mesas

já vi a solidão devastar
uma geração inteira
quando os violões esquecidos
são postos à venda
nos grupos de artigos usados
(ninguém os compram)

já vi a solidão devastar
uma geração inteira
quando ela se alastra pelos recantos,
móveis, e porta-retratos

já vi a solidão devastar
uma geração inteira
que se drogava e sonhava
ao som dos violões postos à venda
esquecendo que a noite acabaria
e que os dias frustrariam os sonhos

————

ela tinha prazer
em me derrubar
e eu caía de boca

————

eu te beijo
você me beija
eu te lambo
você me lambe
e viço e verso

————

não transa.
não trampa.
não gosta de cerveja.
fica mal com maconha.
não tem saco pra godard.
não beija meninas.
não fotografa.
não ilustra.
não poema.
nunca foi ao bar de xavier.
nunca adormeceu ébria num quarto sujo do garcia.
não militante. militar.
não desconstrói. destrói.
leu foucault e não entendeu.
leu uma frase de roberto piva. não entendeu.
– velho pedófilo. machistas não passarão.
leu bukowski. achou top.
– morte ao capital.
gosta de publicidade e propaganda.
nunca ouviu mercedes sosa
só gosta das divas norte-americanas.
não transa.
não trampa
não gosta de cerveja
fica mal com maconha
não tem saco pra godard.
…a não ser no facebook.

About The Author: Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *