Dois blocos diferentões para você curtir no sábado de Carnaval em Natal

Ambos vêm de sucesso no Carnaval do ano anterior e ambos desfilam sua alegria e singularidade em Ponta Negra, também no sábado. Mas cada doido com suas manias. Um traz fantasias inusitadas inspiradas em personagens do cinema. O outro, na cultura oriental. Confiram!

BLOCO GOIAMUM

Pelo 4º ano consecutivo, o bloco Goiamum desfilará pelas ruas de Ponta Negra, no sábado de carnaval. A concentração acontecerá em frente ao Bar dos Doidos (Naldinho), na Praça Varela Barca (rua Praia Jardim de Alá), no Conjunto Ponta Negra, a partir das 15h. Este ano, o bloco sairá junto com o Ia+Fiquei, que homenageia o grupo DuSouto. Para esquentar os ânimos, a banda Skarimbó coloca todo mundo pra dançar a partir das 16h. Depois os dois blocos ganham as ruas do bairro.

O bloco Goiamum foi formado em 2015 por um grupo de amigos ligados ao cinema e ao audiovisual, entre diretores, produtores, cinéfilos, jornalistas, escritores e jornalistas e amantes da sétima arte e do carnaval, é claro!

Funcionando de forma colaborativa, com os integrantes dividindo despesas e buscando apoio, o bloco não tem cordas e muito menos camiseta. A única recomendação dos organizadores é que as pessoas usem fantasias relacionadas ao mundo do cinema, inspiradas em personagens, atores, atrizes, filmes…

Para participar do bloco é só chegar na concentração cinematograficamente fantasiado e se jogar. Alegria, fantasia e espontaneidade são temas fundamentais desse roteiro de folia.

CORES DE KRISHNA

Inspirado no bloco mineiro Pena de Pavão de Krishna e no MantraCatu pernambucano, o bloco Cores de Krishna surgiu em Natal e desfila pelo segundo ano consecutivo, no Polo Ponta Negra, sábado de carnaval.

Idealizado pelo jornalista Flávio Rezende e pelos devotos Nithay Chand e Radha Gopali, o bloco logo ganhou a simpatia da comunidade vaisnava nordestina, atraindo devotos, simpatizantes e curtidores da cultura oriental, que juntos vão atrás de um grupo de alunos de escola pública em Pium, em boa batucada sob comando do maestro Nathan Medeiros, com cânticos mântricos e muito Hare Krishna sob a batuta de Vrindavana Das (MantraCatu/PE), Gouranga Das (Iskcon-Índia) e Brahmarsi Das (João Pessoa).

Os foliões saem do restaurante lacto/vegetariano/vegano Samosaria Hare, onde pintam as faces de azul, vestem sáris e túnicas indianas, colocam turbantes e demais acessórios da cultura oriental, continuando na Praça dos Gringos, seguindo depois para o Praia Shopping, onde o cortejo termina.

Alegorias com Krishna e Radha e Senhor Jagannatha acompanham o bloco que não cobra participação, apenas sugere indumentária relacionada, e pede que se evite consumo de álcool, drogas e atitudes negativas em reverência a proposta de paz, boa conduta e energia positiva a que se propõe.


FOTO: Elias Medeiros

 

 

About The Author: Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Comentários

  • Reply Sonia

    YOUR COMMENT …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *