Exposição pretende jogar luz sobre a violência contra as mulheres

A Galeria Sesc abrirá seu calendário de exposições 2017 no dia 8 de março. O projeto do Sesc RN, instituição do Sistema Fecomércio, iniciará com a exposição “Pelo Pescoço”, do artista Daniel Torres. A vernissage será às 19h30 no espaço, que fica no Sesc Cidade Alta, em Natal. Já a mostra fica em cartaz até dia 19 de abril, das 9h às 19h. A entrada é gratuita.

A escolha da data de abertura da exposição não foi à toa: no 8 de março, Dia Internacional da Mulher, “Pelo Pescoço” pretende jogar luz sobre a violência contra as mulheres. Os 16 desenhos que compõem a mostra foram inspirados numa matéria televisiva sobre o caso de duas mulheres mortas no estado, ambas pelo pescoço. Desta inquietação artística diante de fatalidades que envolvem o feminino, chegou-se ao pescoço como mote e ponto de partida. A imagem da girafa na obra de Daniel Torres consiste eu uma metáfora para falar de machismo e feminicídio não só no grafismo, mas também nos pontos e linhas.

“O pescoço é um dos pontos fracos dos vertebrados, uma vez que, seccionando-o, o animal perde a vida, não só pela perda de grande quantidade de sangue, como principalmente por deixar de haver comunicação entre o cérebro e o coração (razão e emoção)”, explica o artista sobre a escolha do membro em seu trabalho. As cenas ilustradas nas obras tentam, portanto, despertar a consciência e provocar a reflexão do público quanto à violência contra a mulher. Os desenhos de “Pelo Pescoço” servirão também para um espetáculo de dança, cuja estreia está prevista para maio de 2017.

Sobre a Galeria Sesc

Em sua terceira edição, o projeto Galeria Sesc selecionou seis trabalhos de artistas potiguares para exposições no Sesc Cidade Alta, unidade localizada em Natal. Foram escolhidos para expor este ano entre março e dezembro: “Pelo Pescoço” de Daniel Torres “Olhar mais atento, do coletivo Urban Sketchers Natal; “Refugo”, de Elisa Elsie; “Caixa de lápis”, de Assis Costa; “Arremedos”, de Natã Ferreira; e “Duna: a busca de um si a que pertencer”, de Mariana do Vale. Cada selecionado receberá um prêmio no valor de R$ 2.300 brutos.

Além do cachê, o Sesc disponibiliza recursos técnicos e financeiros para a produção das exposições, assessoria em arte-educação e mediação cultural, totalizando R$ 48 mil investidos.

A Galeria Sesc é o único espaço cultural de Natal que conta com mediadores em arte visuais durante o período das exposições. Durante todo o ano, a Galeria conta com quatro mediadores, que desenvolvem o papel de elo entre o público visitante e as obras de artes. Além de fomentar o talento dos artistas locais, a iniciativa também democratiza o acesso a exposições artísticas e suscita no público o interesse pelas artes.

Serviço:

O quê? Galeria Sesc inicia calendário de exposições 2017 com “Pelo Pescoço”
Vernissage? 8 de março, às 19h30
Período da exposição? De 09 de março a 19 de abril, das 9h às 19h (exceto finais de semana e feriados)
Onde? Sesc Cidade Alta (Rua Coronel Cascudo, 33, Cidade Alta)
ENTRADA GRATUITA

About The Author: Redação

Redação

Obrigado pela visita!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *