12 artistas representarão a cultura potiguar em importante evento na Áustria

A cidade das artes, Gmünd, patrimônio da UNESCO, será a anfitriã da quinta edição do festival de cultura brasileira, que estará sendo realizado pela primeira vez no Estado da Caríntia, na Áustria, no período de 17a 19 de novembro de 2017. E a cultura potiguar estará representada em grande estilo.

As organizadoras do evento são as brasileiras, Verônica Schell, jornalista potiguar e fundadora da Associação Cultural AustriaBrasil; a pedagoga sergipana, Vanessa Noronha Tölle, presidente e fundadora da Associação Papagaio; e a psicóloga amazonense, Geise Perrelet, residente na Suíça.

A abertura acontecerá no dia 17 de novembro, às 19 horas nas dependências do castelo medieval de Gmünd, com a presença do Embaixador do Brasil, Ricardo Neiva, o prefeito de Gmünd, Josef Jury, a vice-prefeita, Heidi Penker, a secretária de cultura, Erika Schuster, dentre outros.

Iniciado há 4 anos, por Vanessa Tölle, em Viena, o festival vem sendo uma plataforma de divulgação de artistas de diversas partes do Brasil. Com uma programação que engloba artes plásticas, fotografia, dança, música, performances, documentários e palestras, o Festival de 2017 tem como tema “Brasilien meets Gmünd”, O Brasil encontra Gmünd, e conta com a participação de destacados artistas potiguares.

CULTURA POTIGUAR

A coreógrafa e bailarina, Anizia Marques, apresentará o duo “TE AMO!” com Alexsandro Rocha e ministrará o workshop “Seu corpo como inspiração”. Já o bailarino Alexandre Américo estará presente nas fotografias de Movan França (BH), inspiração para a montagem do Espetáculo “CINZAS AO SOLO”, que recentemente circulou pelo Brasil no Palco Giratório do SESC. Ritmos como forró e zouk, serão apresentados por Verônica Schell e Pierre Du Vale, instrutores da AustriaBrasil.

Também está confirmada a participação do artista e produtor Daniel Torres, que ministrará o workshop de desenho “retratos e reflexos”, no atelier de artes da escola primária de Gmünd. O artista também assina a curadoria da exposição coletiva do Festival, BELAS ARTES DO BRASIL, onde exporá as suas obras junto a outros conceituados artistas potiguares, como Doce Freire, Ivo Maia, Júlio Siqueira, Kefren Pok, Guaraci Gabriel, Fabio di Ojuara, Edy Screining e Felipe Bezerra.

Antonius Mansus, o Delirius Criativus, estará representando o Rio Grande do Norte, dentro da exposição coletiva, Brasil Autoral, que conta com a curadoria do renomado curador internacional, Mário Britto, que traz o trabalho de dez fotógrafos brasileiros.

Segundo as organizadoras do evento, a meta é trazer o calor do Brasil e suas maravilhas culturais, para perto do publico austríaco. “Com certeza será uma uma experiência mágica, ver a arte moderna do Brasil inserida ao ambiente medieval do castelo de Gmünd”, ressalta Verônica Schell.

OUTROS ESTADOS

Representações de outros Estados brasileiros ganham destaque como as especialidades culinárias da cultura amazônica, como o “tacacá” que será preparado pela chefe de cozinha, Bruna Iannuzzi. o imaginário da lenda do cabeça de cuia do Piauí, nas obras de Arthur Doomer, “a exposição Panós, somos todos de pano”, curadoria de Sayonara Viena, a musicalidade do pianista João Ventura, entre outras expressões artísticas e culturais de Sergipe, Rio Grande do Sul, São Paulo, Amazonas, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Para aquecer os participantes do evento nesse clima de outono austríaco, todos os dias do festival terminarão com uma festa latina no castelo mediaval de Gmünd. A cidade das artes viverá momentos intensos de imersão na cultura do Brasil.


FOTO: Brunno Martins

About The Author: Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *