3 filmaços para você assistir no TCP Chico Daniel próxima semana

Mostra do Cineclube Natal presta tributo a Andrzej Wajda, Kiarostami e Alan Rickman na próxima semana

Após o sucesso da Mostra Ettore Scola, que resgatou obras clássicas de um dos mais profícuos diretores da Comédia Italiana em outubro do ano passado, o Cineclube Natal abre sua temporada de mostras temáticas de 2017 com um tributo a cineastas falecidos nos últimos meses.

Andrzej Wajda, Abbas Kiarostami e o ator Alan Rickman – em sua pouco conhecida faceta de diretor – serão homenageados com a exibição de filmes com argumentos e estéticas bastante distintos. A mostra começa na próxima terça-feira (28) e segue até o dia 30, sempre às 18h30, no Teatro de Cultua Popular Chico Daniel, da Fundação José Augusto.

Andrzej Wajda

O longa que abre a mostra é o mais conhecido do polonês Andrzej Wajda, “Cinzas e Diamantes” (FOTO), que encerrou a trilogia do diretor sobre a II Guerra Mundial. Com roteiro de Jerzy Andrzejewski, inspirado em seu livro de memórias, o filme tem como protagonista um militante da Resistência nos últimos momentos de ocupação nazista sobre território polonês. Membro de um grupo que se opõe ao regime comunista, Chelmincki recebe a incumbência de assassinar um líder do partido e entra a crise: cumprir a ordem ou rebelar-se, num momento em que, ao final da guerra, os conflitos perdiam o sentido?

O filme foi considerado uma ode contra o absurdo da guerra, e o livro que lhe serve de argumento se tornou uma das obras literárias mais incentivadas pelo governo comunista que se seguiu à Segunda Guerra Mundial. Cinzas e Diamantes recebeu o prêmio FIPRESCI, da Associação Internacional de Críticos, no Festival de Veneza de 1959.

Abbas Kiarostami

Na quarta-feira (29) a mostra dá espaço a “Gosto de Cereja”, do iraniano Abbas Kiarostami, morto em julho de 2016. Kiarostami tinha uma famosa frase que dizia que seus filmes representam muito mais o Irã do que qualquer noticiário midiático. Pois é em filmes como Gosto de Cereja, Close Up e Vida e Nada Mais, que o diretor, propondo uma fronteira permeável entre o documentário e a ficção, constrói personagens com realismo e mistério. A narrativa se passa quase toda no carro do senhor Badii, que busca alguém que atenda ao seu pedido de auxiliá-lo em seu suicídio, conferindo o sucesso do projeto e enterrando-o em seguida.

Alan Rickman

A mostra “Memória e Nostalgia” termina na quinta-feira (30) com um filme de 1997 de Alan Rickman, ator conhecido mundialmente por seu papel em comédias inglesas e na saga Harry Potter, como o professor Snape. Rickman dirige, em “Momento de Afeto”, as atrizes Phillyda Law e Emma Thompson, que no filme e na vida são mãe e filha. Constituído por quatro núcleos narrativos, nos quais os personagens tentam lidar com as agruras de envelhecer, o filme aposta em questionamentos chave da maturidade: os bloqueios nos relacionamentos, as dificuldades para chegar ao perdão e a falsa concepção de plenitude. Um longa metragem que encerra em si as intenções da mostra, e que abre passagem para um tema que será retomado no final do ano: filmes dirigidos por atores.

As exibições da mostra “Memória e Nostalgia” no Teatro de Cultura Popular Chico Daniel, da Fundação José Augusto representam a parceria mais longeva do Cineclube, que já leva 12 anos. Para entrada é sugerida uma taxa de manutenção, não obrigatória, de R$ 5.

Serviço:

O quê? Mostra “Memória e Nostalgia”: Cinzas e Diamantes, Gosto de Cereja e Momento de Afeto
Onde? Teatro de Cultura Popular da Fundação José Augusto – Rua Jundiaí, 641 – Tirol
Quando? 28 a 30 de março (terça a quinta-feira), 18h30
Quanto? R$ 5, taxa de manutenção

About The Author: Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *