Montagem carioca de Borderline em curta temporada em Natal

Bipolaridade, esquizofrenia, desejos, loucura e lucidez. Esses são os temas de “Borderline”, monólogo que fará curta temporada no Teatro de Cultura Popular Chico Daniel a partir desta quinta-feira (21).

Com direção de Marcello Gonçalves, a montagem baseada no conto de Junior Dalberto é estrelada pelo ator potiguar Bruce Brandão e cumprirá temporada até sábado, sempre às 20h.

Produzido pela Cia. de Arte Nova, o drama traz Rutras, personagem do livro O Cangaço e o Carcará Sanguinolento, posicionando-se diante de questões íntimas relacionadas à família, sociedade, mundo cibernético e sua relação com a geração dos anos 90.

Para o crítico da APTR, Gilberto Bartholo, o espetáculo foi uma das melhores surpresas em teatro dos últimos tempos.

“O desafio de dirigir proposto pelo ator Bruce Brandão, me acendeu em algo que é inerente a todos nós, homens da arte: a necessidade e o comprometimento de levar aos palcos uma obra singular e plural. Suponho que aonde quer que eu vá, levarei comigo os ventos das mudanças, eu estou na onda, no ritmo, marchando nele. O registro, a interpretação, a produção e a direção”, disse Marcello Gonçalves.

Para o ator Bruce Brandão, as leituras sobre o tema Borderline foram fruto do contato com o autor Junior Dalberto em Natal. Encantado com esse universo, fez suas pesquisas e se familiarizou com o tema. Após oito anos sem pisar nos palcos potiguares será também um reencontro do artista com a cidade.

“No início eu pensava em visitar clínicas psiquiátricas, entrar em manicômios, mas percebi que o ‘manicômio’ estava dentro de cada indivíduo. O entendimento sobre o transtorno Borderline me fez galgar outros degraus: É o jeito de ser. Quem já não teve medo de rejeição, impulsividade, ciúmes, sensação de abandono? Porém quando se trata de um Border, o olhar é outro. Tudo tem intensidade! Olhar poeticamente a doença é mergulhar no desconhecido”, contou o ator.

Sobre a Cia. de Arte Nova

A Cia. nasce do encontro entre os atores Marcello Gonçalves e Bruce Brandão, com a necessidade de gerar cultura, arte e o comprometimento com o trabalho de pesquisa, para criar novas formas de se pensar o teatro. Fomentando uma nova economia de gestão e transmissão de conhecimento, a Cia. criada em julho de 2014 pretende ser um centro integrado de arte onde os atores e as equipes formam e constroem um novo olhar sobre o teatro. A Cia estreia ”O Senador”, baseada na obra de Victor Hugo dia 6 de agosto, também no Ziembinski.

Currículos

Bruce Brandão é ator potiguar, fundador da Companhia Arte Nova. Em 2015, no Rio de Janeiro, estreou o monólogo Borderline que aborda o tema sobre o transtorno de personalidade limítrofe. A temporada do espetáculo resultou em boas críticas e indicação como melhor ator pelo prêmio botequim cultural.

Em sua carreira, Bruce fez diversos trabalhos no teatro, publicidade, na tv e no cinema. Bruce esteve em ”Velho Chico ” e nas ” Super Max” e “Os Dias Eram Assim’’. Atualmente se dedica a apresentações do espetáculo Borderline e O senador, segundo projeto da Companhia Arte Nova.

Marcello Gonçalves – Ator e diretor carioca, é no cinema onde sempre chama mais a atenção, como em “Tropa de Elite 2″, “Xingu”, “Assalto ao banco central” e “Não se pode viver sem amor” na série “Filhos do carnaval” com direção do Cao Hamburger entre outros.

No teatro fez “Capitães da Areia”, de Jorge Amado; “Cuba Libre” com direção de Roberto Bomtempo; “A Mãe”, de Bertold Brecht e direção de Luis Fernando Lobo; “Aonde Está Você Agora?”, de Regiana Antonini e direção de Rafael Ponzi; “D’Artagnan e os Três Mosqueteiros”; “Romeu e Julieta”, de William Shakespeare e direção de Pedro Vasconcelos; “O Noviço”, de Martins Pena; e “Ângelo, Tirano de Pádua”, de Victor Hugo e direção de Marcos Afonso Braga; “Superiores” texto e direção de Miguel Thiré; “Dona Flor e seus Dois Maridos”, de Jorge Amado e direção de Pedro Vasconcelos; e “Meu Ex-Imaginário” de Regiana Antonini e direção de Michel Bercovicht, entre outros.

Em 2014 fez a série da Rede Record ‘Milagres de Jesus’ como apóstolo André. Foi um dos fundadores e é diretor geral artístico da Cia. de Arte Nova. A montagem de Borderline marcou sua estreia como diretor de teatro. Integrou recentemente o elenco da novela Eta Mundo Bom!

FICHA TECNICA

Texto: Junior Dalberto
Direção: Marcello Gonçalves
Atuação: Bruce Brandão
Assistente de Direção: Karini Pallavi
Direção de Arte: Alex Brollo, Rafael Ronconi
Iluminador: Felipe Lourenço
Produção Executiva no RN: Marcelo Veni Produções
Fotografia: Lu Valiatti
Trilha: Marcello Gonçalves, Bruce Brandão e Zinho Langowski
Duração: 55 min. Gênero: Drama Classificação: 16 anos

SERVIÇO

Borderline
Estreia em Natal: 21, 22 e 23 de setembro de 2017
Horário: 20h
Local: Teatro de Cultura Popular
Capacidade: 168 Lugares
Endereço: Rua Jundiai – 641 – Tirol
Preço:
R$ 40,00 ( nteira) R$ 20,00 (Meia até 50% da capacidade do Teatro)

About The Author: Redação

Redação

Obrigado pela visita!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *