Todos os posts de Marcius Cortez

O anão do cine Rio Grande


por Marcius Cortez Vendia bombons, chocolates e doces em geral. Natal inteira o conhecia como o anão do cine Rio Grande. Media um metro e quarenta e pouco, se tanto. Vestia sempre uma calça de brim e uma camisa de manga curta na cor azul ou vermelha com o botão de cima aberto. Usava um




O Chaplin de Natal


por Marcius Cortez A pacata Natal da década de cinquenta vestiu uma camisa listrada e saiu por aí. Já falei do ator Arnaldo Oscar de Paula, um dos maiores foliões daquela época. Pois bem, Arnaldo, por três carnavais seguidos, fantasiara-se de Carlitos angariando risos e confusão. Ele e Charlie Chaplin se parecem: magricelas, baixinhos, braços




A pedra do ódio


Um dia o pirata Diogo Cão encarnou em mim e me mandou conhecer a Praia do Marco. Fui e na Praia do Marco vivi uma experiência singular. Minha memória foi tatuada pelo lumiar das imensidões, do azul cristalino e do céu tagarela que me deu notícia dos portugueses que ali fincaram o marco do descobrimento




As Elzas de Paulo Freire


por Marcius Cortez As Elzas da vida de Paulo Freire pertencem a dois cenários. O primeiro é o cenário real: Paulo e a Professora Elza Maia Costa Oliveira, que foi a sua primeira esposa, de 1944 a 1986, quando faleceu. O casamento gerou cinco filhos, fui testemunha do amor que os unia e do companheirismo




Metade de mim é um istmo


por Marcius Cortez Sou habitado por uma consciência paralela que desenvolvi em minhas andanças por Natal, Recife e São Paulo. Sua forma geométrica é de um diagrama composto por três metades. Metade nordeste, metade solidamente paulista e um grande continente formado por um istmo machadiano de natureza deveras cética. Natal e Recife me deram a




Só os eleitos amam o Velho Chico


Quando você estiver flanando por Piranhas, cidade colonial no interior de Alagoas, situada às margens do rio São Francisco, dê um presente para o seu ouvido. Experimente escutar a melodia do Tempo. Já nos primeiros acordes, você se remeterá ao que passou e ao o que está por vir. Você ouvirá um coro de vozes




O extermínio da arte e a implosão da liberdade


por Marcius Cortez “Pra que a censura se temos a blindagem”. “Globo, a escória humana brasileira”. “Fora Michelzinho”. Vou escrever essas frases nos muros de São Paulo. Os franceses escreveram os melhores muros da história: “Prenons la révolution au sérieux mais ne nous prenons pas au serieux”. “Bientôt de charmantes ruines”. “Le sexe de la




Publicidade

Publicidade

Receba nossas melhores notícias por e-mail

FACEBOOK

Instagram

Homenagem ao Casarão de Poesia agorinha no @Bardallos, pelo Insurgências Poéticas. Nossa @creativecamiseta presente. Rolou até uma garoa para um clima mais aconchegante. Daqui a pouco a poética currais-novense de Iara Carvalho e Wescley Gama. Salve os 10 anos do Casarão! #poesiapotiguar
Clube do Samba Potiguar rolando no Mercado de Petrópolis. Projeto massa capitaneado por Andiara Freitas. Resgate da fina flor dos sambistas potiguares e incentivo à música autoral. #sambapotiguar #musicapotiguar
Espetáculo Gonzagando, pela Companhia de Dança da TAM, dirigido por Wabie Rose, no Arraia da Meninada, Cidade da Criança. Belíssimo! #culturapotiguar
Com o magro Tacito Costa para prestigiar o show de Sami Tarik no @bardallos. Começa às 21h. Só chegar. #musicapotiguar
Se você acha shows instrumentais tediosos eis o cara para desmistificar esse conceito. @sergiogroove não é só um gênio do contrabaixo, ele traz ao palco carisma, versatilidade para agradar gregos, troianos e atenienses, e o mais importante: divertimento. Ele diverte a plateia, seja com seu baixo, com seus joguetes vocais ou sua performance. E adivinha? Ele estará neste domingo no #somdamata acompanhado de uma seleção de músicos. Imperdível! #culturapotiguar #culturadorn #musicapotiguar
Em breve as estampas mais iradas do mercado, em camisas de excelente qualidade e o menor preço. Quer mais? Pois tem. Frete grátis para Natal! Sigam @cretivecamiseta e fiquem por dentro das novidades. #camisetasestampadas #culturapop #estampascriativas