Aboca Cultural promove mix de ações culturais e discussão sobre lesbianismo


Quem disse que as atividades culturais da Ribeira acontecem apenas no fim de semana? O Movimento N’ABOCA continuará no mês de maio, mais precisamente no dia 15, numa segunda-feira. A casa 16 da Rua Frei Miguelinho, a partir das 18 horas, irá trazer como tema nesta edição: Lésbicas (Identidade, visibilidade, representatividade).

Ângela Castro

A palavra lésbica vem do latim lesbius e originalmente referia-se somente aos habitantes da ilha de Lesbos, na Grécia. A ilha onde viveu a poetisa Safo, entre os séculos VI e VII a.C., muito admirada por seus poemas sobre amor e beleza, dirigidos às mulheres.

A cada 24 horas, um LGBT morre. De acordo com o Grupo Gay da Bahia (GGB), o ano de 2016 foi o mais violento desde 1970 contra pessoas LGBTs. Para as mulheres lésbicas, a invisibilidade ainda é maior, pois além da homofobia, elas ainda enfrentam a sociedade patriarcal.

“Queremos mostrar que existem mulheres poderosas nos vários segmentos artísticos da cidade. Na discotecagem, por exemplo, teremos a presença de Vitória Real, Pipa Dantas e Amanda Lisboa, as duas primeiras citadas são da série Septo, que trata deste tema”, afirma empolgada a produtora executiva da ABOCA Cultura, Bárbara de Melo.

O Movimento também terá a presença das atrizes Priscilla Vilela e Alice Carvalho, da websérie Septo, vencedora do Webfestival de Buenos Aires. Elas interpretarão Jéssica e Lua, ao vivo, baseado em uma das cenas que rolou. O audiovisual promove a exibição do filme Ília, das diretoras Moniky Rodrigues e Dhara Ferraz. Além de exposição de Karla Farias e Iasmin Alves.

Poesia, dança, entretenimento e música, com Joice Folha, a Cia Shaman Tribal, performance da Drag Queen Rivka Bardo e a cantora Ângela Castro cantando os clássicos de Cássia Eller. Ainda terá um karaokê massa, para quem quiser soltar a voz e arrasar!

A comida ficará por conta de Guga Medeiros, trazendo o conceito de comida consciente para quem for ao Movimento N’ABOCA.

Serviço:

MOVIMENTO n’ABOCA CULTURAL MAIO.

Tema: Edição Lésbica (Identidade, visibilidade, representatividade)
Onde: ABOCA Cultural (Rua Frei Miguelinho, 16, Ribeira)
Data: Segunda-Feira (15/05/2017)
Hora: 18h às 23h
Informações: abocacultural@gmail.com

Redacao

Obrigado pela visita!

CONFIRA TAMBÉM

COMENTE

Receba nossas melhores notícias por e-mail

FACEBOOK

Instagram

Espetáculo Gonzagando, pela Companhia de Dança da TAM, dirigido por Wabie Rose, no Arraia da Meninada, Cidade da Criança. Belíssimo! #culturapotiguar
Com o magro Tacito Costa para prestigiar o show de Sami Tarik no @bardallos. Começa às 21h. Só chegar. #musicapotiguar
Se você acha shows instrumentais tediosos eis o cara para desmistificar esse conceito. @sergiogroove não é só um gênio do contrabaixo, ele traz ao palco carisma, versatilidade para agradar gregos, troianos e atenienses, e o mais importante: divertimento. Ele diverte a plateia, seja com seu baixo, com seus joguetes vocais ou sua performance. E adivinha? Ele estará neste domingo no #somdamata acompanhado de uma seleção de músicos. Imperdível! #culturapotiguar #culturadorn #musicapotiguar
Em breve as estampas mais iradas do mercado, em camisas de excelente qualidade e o menor preço. Quer mais? Pois tem. Frete grátis para Natal! Sigam @cretivecamiseta e fiquem por dentro das novidades. #camisetasestampadas #culturapop #estampascriativas
Mirabô passando o som com o luxuoso acompanhamento de Rose Flor Caete. Início dos shows em instantes na Pinacoteca. Sami Tarik abre os trabalhos. Primeira edição do Mostra de Música Sete e Meia! #musicapotiguar
Fabio Rocha, vulgo @zecaxanga, é nosso Forrest Gump da música potiguar. E ele vai reunir oito bandas num festival no Ateliê Bar, próximo sábado. Baile imperdível e por isso tem textinho no nosso Papo Cultura sobre o evento e sobre os 18 anos de labuta desse cara. Merece! #musicapotiguar