Curtinhas: Morre o poeta, cronista e intelectual Sanderson Negreiros

SANDERSON VIVE

Sim, a obra intelectual e a figura querida do poeta, cronista e intelectual Sanderson Negreiros não morrerão nunca. Apenas sua presença física nos deixa. Não deixa detalhes de sua morte. Apenas sei que estava debilitado há uns bons anos, tinha 79 ou 80 anos e que morreu dormindo. Sempre reputei sua poesia como a minha favorita (o segundo é Adriano de Sousa). E há registros disso para além de um oportunismo pós-morte. Suas crônicas também eram diferenciadas, sempre com uma mescla da banalidade cotidiana do gênero e toques de intelectualidade. Sanderson foi um gênio das nossas letras.

SANDERSON VIVE 2

Estive com Sanderson Negreiros uma única vez. Seu apartamento tinha vista ao leito do Rio Potengi e o Diário de Natal me enviou lá para que ele comentasse o assoreamento do rio ou algo assim. Mas quando cheguei lá ele pouco se importava com isso e queria conversar sobre assuntos variados. Disse conhecer muito bem meu avô Omar Vilar (ambos são cearamirinenses) e relembrou histórias diversas dos tempos de jovem em Natal. Uma manhã que tristemente apressada em razão do tempo do jornal, mas que assim como meu encontro com Oswaldo Lamartine, permanece viva em minha memória.

MERCÚRIO CROMO

Três anos de quadrinhos autobiográficos na internet resultam na seleção sensível que encontramos em Mercúrio Cromo, o segundo livro do autor e ilustrador Aureliano Medeiros (FOTO, by Cecília Schiavo). A publicação, já lançada na Comic Con Experience (São Paulo), debuta em Natal nesta quarta (20) às 18h, na Confeitaria Atheneu, em Petrópolis. Depois de publicar o romance Madame Xanadu (Tribo, 2015), Aureliano ganhou notoriedade dividindo seu cotidiano em forma de quadrinhos nas mídias sociais, tendo alcançado mais de 200 mil seguidores no Facebook e 30 mil no instagram. Em suas historietas, Aureliano fala de si e de nós, de forma a pensarmos como quase sempre estamos passando por coisas parecidas.

MERCÚRIO CROMO 2

O livro que traça a trajetória desse autor-personagem através de poucas cores e palavras faz parte do diverso leque de publicações da Editora Lote 42 (São Paulo) e tem projeto gráfico de Gustavo Piqueira (Casa Rex). O cuidado final fica por conta dos curativos da capa, colados à mão, um por um. E o som do lançamento fica por conta de um dos grandes amigos do autor, o dj PajuXfrank, que vai mandar aquele house finíssimo.

MAMUTE SOUND

Veterana no cenário Potiguar a banda Mamute Sound se despede do público com seu quarto álbum “Finis Coronat Opus”, que significa: o fim coroa a obra. O trabalho é bastante eclético e repleto de psicodelismo e muita poesia. O álbum estará disponibilizado nas principais plataformas digitais e conta com participações especiais como a ex-vocalista da banda “Seu Ninguém”, Luana Alves que fez um duo com Jonas Buarque na faixa “Réu Confesso”, além de Adriano Azambuja (guitarra), Riva Nepô (gaita), Bruno Ricardo (bandolim), Lucas de Jesus (violoncelo) e o coro dos descontentes: Bruno, Tádzio, Jairo e Rafael.

TROFÉU CULTURA

Com atraso, com alguns equívocos recorrentes, mais uma edição do Troféu Cultura foi realizada. E há muito o que se elogiar e muito o que se criticar. Importante que tenha acontecido e recebido o prestígio de um público razoável. Vem post ainda hoje para uma geral sobre o evento.

RODA DE BOTECO

Durante grande encontro entre os 30 botecos e restaurantes participantes do festival Roda de Boteco Natal foram conhecidos os vencedores desta 1ª edição. Na Categoria Melhor Boteco: 1º Lugar: Garage Car Wash e Bar com o petisco S10 Edição Limitada; 2º Lugar: Cigarreira do Pernambuco com o petisco Charqueado do Perna e em 3º Lugar: Meu Barraco Boteco Bistrô com o petisco Medalha de São Jorge. Na categoria Melhor Atendimento: 1º Lugar: Matheus Ramalho da Cigarreira do Pernambuco; 2º Lugar: Valnei do Garage Car Wash e Bar e em 3º Lugar: Hérica Oliveira do Meu Barraco Boteco Bistrô.

HAIRSPRAY EM NATAL

Nesta quarta-feira (20), será oficializado a criação do Núcleo Experimental de Teatro Musical, onde alunos-artistas, capitaneados pelo ator e músico Dudu Galvão, integrante dos Clowns de Shakespeare, trazem a magia e a atmostera da Broadway para o palco do TCP. Os cantores-atores farão solos e duetos de espetáculos famosos do teatro musical e a grande atração da noite é uma amostra do processo da adaptação do musical Hairspray, a partir das 19h. Com preço único de R$ 20, os ingressos serão vendidos antecipadamente, no Hilkelia Espaço Musical ou através do alunos participantes. Mais informações: 99925-5848.

HAIRSPRAY EM NATAL 2

O Hairspray tem adaptação e direção de Dudu Galvão e versões musicais de Eduardo Zayit e Miguel Falabella. A montagem visa o fomento do gênero no cenário local e o engrandecimento dos artistas multifacetados, contribuindo também para a inserção de adultos, jovens e adolescentes no meio artístico. O musical aborda injustiças da sociedade americana na década de 60. Sua adaptação preservou as críticas sociais, sem ferir a autenticidade do espetáculo nem sua atmosfera cômica.

PRESENTE DE NATAL

E só lembrando, hoje e amanhã tem apresentação de um dos Autos Natalinos mais conhecidos do Rio Grande do Norte e que já faz parte do calendário do público natalense, o espetáculo, “Um Presente de Natal”. Com direção e roteiro de Diana Fontes, texto e música de Danilo Guanais, a apresentação acontece no Teatro Riachuelo, às 16h e tem entrada gratuita, embora os ingressos já devam ter acabado. Qualquer dúvida: 4008-3700.

About The Author: Sérgio Vilar

Sérgio Vilar

Jornalista com alma de boteco ao som de Belchior

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *